Uma realidade virtual

3 02 2010

Divulgação

Por Simone Patrocínio

Você lembra qual foi a última vez que entrou em uma loja de CDs para comprar um? Essa é a realidade do mundo musical hoje. E quem sai ganhando? Com certeza o público, porque agora podemos ouvir o que realmente queremos e não o que as gravadoras querem nos disponibilizar. É assim que a banda toca agora. Qualquer grupo musical, em qualquer nível, tem possibilidades infinitas de divulgar o trabalho. A disputa por um lugar ao sol está mais justa.

Com esse novo cenário de tecnologia e internet banda larga, os artistas mudaram o foco. O lance agora é divulgar o som, conquistar admiradores, seguidores e então lotar os shows. E a internet abre portas e janelas para isso. Myspace, facebook, MSN, twitter, fotologs, blogs tomaram conta da agenda estratégica de toda banda que coloca o pé na estrada e parte em busca de reconhecimento.

Teatro Mágico

O grupo Teatro Mágico é um dos muitos exemplos dessa nova geração. Na verdade, eles são considerados, por muitos do meio musical, como o fenômeno que marca o fim do clássico modelo da indústria musical. Além de negarem a pagar jabás para as rádios incluírem suas músicas nas programações, eles pedem para que o público pirateie o som que pode ser baixado gratuitamente. Em seis anos do grupo, mais de 1 milhão de downloads foram feitos. O resultado? Shows lotados.

“A fórmula deu tão certo que seus shows estão sempre lotados; mesmo podendo ser baixados gratuitamente, seus CDs são vendidos às dezenas nos shows e suas turnês são cada vez mais requisitadas. Como exemplo, em outubro, o grupo fez três shows no Memorial da América Latina, em São Paulo, cidade na qual já se apresentou dezenas de vezes nesses seis anos de estrada. Aproximadamente seis mil pessoas assistiram ao espetáculo. Tudo sem esquemas com rádios ou TVs. Os instrumentos de divulgação utilizados foram, principalmente, as redes sociais, entre elas o Orkut e o Twitter…”, conta Renato Rovai na matéria publicada na revista Fórum.

Velho Scotch

Aqui no Espírito Santo a fórmula tem dado certo para a banda Velho Scotch, formada no final de 2008. O primeiro CD lançado pela banda foi o chamado “CD Virtual” onde as músicas são disponibilizadas somente pela internet. O álbum, que recebeu o nome de “O Porto”, contém 10 faixas de autoria de Anderson Bardot. Ele foi lançado no dia 18 de junho deste ano no teatro da UFES, em um show que recebeu cerca de 600 pessoas. A partir daí, as apresentações da banda recebiam um público cada vez maior.

Essa é a nova realidade do mundo musical. O foco não é mais vender CDs ou DVDs, mas lotar as apresentações. E se engana quem pensa que é fácil arrebanhar público. A internet ao mesmo tempo que abre diversas possibilidades, lança um desafio justo aos artistas, conquistar público. E hoje o público tem uma infinidade de sons para escolher. Mas tem lugar pra todo mundo. O lance é saber conquistar o público e disponibilizar todas as informações necessárias para que a banda seja acompanhada, como agendas e outras notícias.

Anúncios

Acções

Informação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: